FRETE GRÁTIS PARA COMPRAS MAIS DE 500 REAIS | NÃO SE APLICA AO ENVIO PRIORITARIO

Ofidismo em Santa Catarina: Identificação, Prevenção de Acidentes e Primeiros Socorros

UFSC

⚠️ Devido à disponibilidade limitada de transporte como resultado dos impactos da Covid-19, os prazos de entrega dos pacotes podem ser estendidos sem mais aviso.

Você quer Envio prioritário? Solicite um orçamento.


Vendedor: UFSC

Peso Estimado de Envio: 0.0 kg

Publicação Digital Gratuita. Download👆

Não mate as serpentes! A maioria das espécies não oferece risco às pessoas. Mesmo assim, são mortas sem motivos, no momento em que são avistadas. Todas as serpentes são carnívoras e muitas delas se alimentam de ratos e camundongos, tendo um papel im- portante no controle da população destes animais. Assim, ao invés de matar as serpentes, siga sempre as orien- tações para prevenção de acidentes.

Das 442 espécies de serpentes ou cobras do Brasil, 84 ocorrem no estado de Santa Catarina. Dessas, cerca de 13% (11 espé- cies) são peçonhentas e seguramente associadas a acidentes com seres humanos e animais domésticos e de interesse agropecuá- rio. Essa relação das serpentes com os humanos e com o ambiente é designada OFIDISMO, termo que abrange um conjunto de áreas de atuação, com a participação de diferentes profissionais, tais como biólogos, médicos, enfermeiros, veterinários, entre outros. Em ter- mos de pesquisa científica, diversas áreas se dedicam a estudar as serpentes, as substâncias tóxicas em seus venenos (peçonhas), os antivenenos, capazes de neutralizar ou minimizar a ação das peço- nhas no organismo humano e animal, tratamentos complementa- res e atenção às sequelas que, por vezes, afetam as vítimas de aci- dentes. Em relação aos acidentes envolvendo serpentes e outros animais peçonhentos, o acesso a informações cientificamente sé- rias contribui para a redução no número de acidentes, e também para a prestação de socorro adequado às vítimas, reduzindo a mortalidade e a gravidade das sequelas.

Essa publicação, editada em formato digital e impressa, apresenta imagens fotográficas das espécies mais relevantes do ponto de vista médico, aquelas que epidemiologicamente causam mais acidentes. Do ponto de vista da conservação biológica, se indica algumas das espécies ameaçadas que são frequentemente confundidas como peçonhentas e assim são mortas indiscriminadamente. Pretendemos que esse importante material informativo chegue a escolas, universidades, postos de saúde, UPAS, corporações militares e policiais, que muitas vezes auxiliam no socorro a pessoas acidentadas.


Esta publicação NÃO é vendida pela BIOWEB. Aqui você pode baixar a versão digital gratuita. Você deve entrar em contato com a entidade que publicou o trabalho para adquiri-lo fisicamente diretamente. Geralmente são publicações gratuitas. NÃO vendemos a versão física.

Este livro gratuito é compartilhado com os membros da BIOWEB para descarga digital com o único propósito de divulgar a informação existente e gratuita para o público apaixonado pela natureza. Caso esta divulgação seja contra direitos autorais, entre em contato conosco para excluir este produto de nosso banco de dados.